2 de janeiro de 2017

10 Principais Benefícios do Vinho e Como Escolher o Vinho Perfeito?

Como escolher o vinho certo?

Por mais elegante que seja escolher por marcas é no paladar que faz toda a diferença e cada um tem o seu gosto.

É sempre uma questão de paladar: seco, suave e doce a ainda tinto ou branco. E também existe o vinho sem álcool.
Na média os vinhos sem adição de açúcar tem 60kcal a cada 100ml e são saudáveis bebendo apenas um taça por dia.
A ocasião também é muito importante na regra geral vinhos tintos com carnes escuras e vinhos brancos com carnes brancas.


Dez benefícios do vinho tinto que, provavelmente você não sabia.
Numerosos estudos científicos concluem que os benefícios de tomar esta bebida com moderação, trás dez benefícios que, provavelmente, não você não sabia.

Nos últimos anos, muitos estudos científicos têm demonstrado os benefícios de regular o consumo de certos alimentos, capazes de nos fazer perder peso, ajudar o coração a permanecer saudável ou reduzir o risco de certos tipos de câncer.
No entanto, muito poucos alimentos apresentam qualidades positivas, ao contrário do vinho tinto.

A prova disso é a lista de dez qualidades benéficas para a saúde cientificamente comprovada que, certamente, é uma desculpa para tomar um bom vinho tinto, mas sempre com moderação.

1. Aliado contra a gordura: Consumir vinho tinto ativa a função de um gene que impede a formação de novas células de gordura e que ajuda a mobilizar as existente, de acordo com um estudo realizado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts.
Embora o vinho contenha sete calorias por grama, em doses moderadas, ajuda a reduzir a obesidade e excesso de peso à medida que envelhecem.

2. Combate bactéria bucais: Pesquisadores italianos confirmaram que o hábito de tratar infecções na gengiva com vinho tem uma base científica. Aparentemente, alguns compostos presentes na bebida retardam o crescimento de estreptococos orais e bactérias ligadas às cavidades, além de outros, associados com gengivite e dor de garganta.

3. Melhora a função cognitiva: Cerca de 70 estudos mostram que o consumo moderado de vinho melhora o funcionamento do cérebro e, em pequenas quantidades, evita a demência.
Os cientistas acreditam que é devido à elevada presença de antioxidantes na sua composição. Reduzindo a inflamação, prevenindo o endurecimento das artérias e inibindo a coagulação, melhorando o fluxo sanguíneo.

4. Complemento agradável: Quando degustado, libera endorfinas de forma moderada em duas áreas do cérebro, aumentando a sensação de prazer, de acordo com um estudo realizado na Universidade da Califórnia.
Além disso, se a luz ambiente é vermelha ou azul o sabor vinho fica muito mais intenso do que quando tem tons verdes ou brancos.

5. Diminui consequências sedentárias: Um estudo publicado no The FASEB Journal, sugere que o resveratrol da uva diminui as consequências negativas de um estilo de vida sedentário.

6. Limpa o paladar: Tomado durante as refeições, o vinho ajuda o paladar a perceber melhor os sabores do que quando esta acompanhado de água.
Isto é devido às propriedades adstringentes, que impedem a sensação excessiva de gordura causada por alimentos como carne vermelha e permitem que você sinta melhor o sabor dos alimentos.

7. Reduzir o risco de câncer: Vinho tinto ajuda a reduzir o risco de câncer de pulmão em homens, especialmente se eles são fumantes.
Também bloqueia o crescimento das células responsáveis ​​pelo câncer de mama. Isto acontece, porque um dos seus componentes, o resveratrol, retarda os efeitos do estrogênio.

8. Aliado do Coração: Um copo por dia no caso de mulheres ou dois para os homens, ajudam a aumentar os níveis de colesterol bom no sangue e prevenir complicações cardiovasculares.

9. Cuidada da próstata: Um estudo diz que o consumo de sete copos de vinho tinto por semana depois dos 40 anos de idade, reduz em mais da metade dos diagnósticos de câncer de próstata.

10. Hábitos saudáveis: Um estudo publicado no British Medical Journal revela que os fãs de vinho ingerem alimentos mais saudáveis ​​e tem uma dieta mais equilibrada do que os bebedores de cerveja.
De acordo com este relatório, enófilos (pessoas que bebem vinho) consumem mais azeitonas, frutas, legumes, queijos com baixo teor de gordura, leite e carnes saudáveis do que as outras.

Hotéis